A Satisfação

A Satisfação

domingo, 16 de maio de 2010

1º Passeio - Ribeirão da Ilha / Florianópolis SC

DKW - Das Kleine Wunder ou A Pequena Maravilha

Hoje, 16.05.2010, fiz o 1º Passeio a bordo de um Automóvel Antigo (meu), foi lá no Ribeirão da Ilha, Na Bela Florianópolis.
O BARROSO (DKW VEMAG BELCAR  1966 TAXI) até que se comportou direitinho (como diz o manézinho).
Fazia tempo que eu não ria tanto. Foi muito bom.
Lá encontrei amigos, dentre eles o Ferrari e o Flávio que tiveram o prazer de  uma carona de taxi, coisa que não se consegue sem pagar hein! Carona de Taxi não existe. rsrsrs.
Agradeço muito à  Deus, que me concedeu mais esta conquista, e aos amigos pela força.
Esta data ficará registrada para sempre em meu arquivo pessoal.

A HISTÓRIA DA DKW ( a Pequena Maravilha = Das Kleine Wunder
O nome DKW apareceu em 1916 quando J.S. Rasmussen construiu um carro a vapor. Daí o nome Dampf Kraft Wagen (DKW) ou Carro de Propulsão a Vapor. Quatro anos mais tarde, Rasmussen lançou um motor de dois tempos com 1 CV de potência para bicicletas e então o nome passou a Der Knaben Wunsch ou O Sonho da Garotada. Em 1932, o nosso inventor lançou um carro com tração dianteira, motor dois tempos de 500cc que se chamou Das Kleine Wunder ou A Pequena Maravilha que foi o ponto de partida para a divulgação mundial do nome. Notem que este carro com 500cc apenas, alcançou 12 recordes de classe na década de 30.

Mas porque o DKW também tem no seu símbolo as quatro argolas como os AUDI modernos? Em 1932 as ``sobras´´ da depressão dos Estados Unidos alcançaram a Europa e, mais fortemente, a Alemanha. Tentando se salvar de sérios problemas financeiros, quatro das mais proeminentes fabricantes de automóveis da época, se uniram formando a AUTO UNION. Estas empresas, DKW, AUDI, HORSH e WANDERER, juntas, dispunham de 134 anos de experiência automobilística e escolheram como símbolo desta união, as quatro argolas entrelaçadas onde cada uma representa uma das companhias do grupo.

Voltando ao Brasil, a nossa história começa com a grande preocupação da evasão de divisas causada pela aquisição de carros e caminhões fazendo com que Getúlio Vargas crie em 1950, a Comissão de Desenvolvimento Nacional que, como resultado, tem o convênio firmado com a FNM e Alfa Romeo para a produção de caminhões. Em 1952 a Distribuidora de automóveis Stubaker passa a denominar-se VEMAG SA Veículos e Máquinas Agrícolas com capital inicial de 100 milhões de cruzeiros. Em 1955, Juscelino Kubitscheck candidata-se e faz do carro nacional uma de suas metas. Promete que serão produzidos 50 mil veículos até o fim de seu mandato. A Distribuidora VEMAG ingressa decisivamente na fase de preparação para a produção dos veículos brasileiros. No ano de 1956, após ser empossado em janeiro, Juscelino Kubitschek toma providências para facilitar leilões de divisas às montadoras e estabelece etapas de nacionalização para fabricantes brasileiros. Em 16 de junho, Kubitscheck junto com almirante Lucio Meira, assina o Decreto n° 142 que cria o Grupo Executivo da Indústria Automobilística - GEIA. Esta foi a base definitiva para a fabricação de veículos automotores no país. O GEIA na sua resolução n° 01, autoriza a VEMAG a fabricar o seu automóvel tipo caminhoneta DKW em 30 de julho de 1956. Em 19 de novembro deste mesmo ano, a VEMAG lança o DKW no Brasil com uma nacionalização de 60% de seu peso final. Este foi realmente o primeiro automóvel de passeio fabricado no Brasil.

Durante os anos seguintes, os veículos DKW foram sempre evoluindo passando de 900 cc para 1000cc (981cc), para motores mais potentes mesmo que os da DKW alemã e construindo um marco da indústria brasileira como o VEMAG FISSORE. O FISSORE foi desenhado pelos irmãos Fissore na Itália e posteriormente fabricado no Brasil pela VEMAG. Devido às grandes dificuldades da época, o FISSORE era construído praticamente à mão sendo os primeiros carros feitos 100% à mão por funileiros especialistas em protótipos vindos da Itália. Tal tipo de construção exigia uma série de correções e muito estanho na carroceria aumentando muito o peso do carro e comprometendo o seu desempenho. Mesmo assim, as suas linhas são até hoje, uma das mais belas já produzidas neste país.
Cronologia da VEMAG:

1946 - Importação dos automóveis Studbaker.

1949 - Tratores e máquinas agrícolas Massey Harrys

1951 - Caminhões Scania Vabis

1955 - Estudo para fabricação dos autos SAAB

1956 - Fim da importação dos Studbaker e início da produção dos DKW F91 Universal 900cc

1958 - Produção do DKW F94 e do F91/4 (Mais tarde Candango)

1961 - Lançamento do Belcar e Vemaguete

1964 - Mudança das aberturas das portas e lançamento do Fissore no Salão do Automóvel

1965 - Introdução do Lubrimat para lubrificação do motor e lançamento do DKW Malzoni

1967 - Lançamento do Puma GT, remodelação estética da linha e fechamento da VEMAG.

Incluindo-se o GT Malzoni (35) e PUMA GT (135), foram produzidos 117.361 veículos DKW no Brasil.
Os DKW´s ficaram famosos no Brasil pelo motor dois tempos com odor e ruído característico mas também pela confiabilidade, desempenho e grande sucesso nas pistas de corrida
Em 1967 com graves problemas financeiros, a VEMAG foi vendida para a Volkswagen que decidiu por encerrar a fabricação dos veículos DKW.

Taxi do passado: DKW
Modelo foi montado no Brasil nas décadas de 50 e 60
Por Marcos Camargo Jr.
O barulho característico do motor dois tempos não engana ninguém nos encontros de carros antigos: está chegando um DKW. O carro de origem alemã, da Auto Union, foi montado no Brasil pela Vemag entre 1958 e 1967. Fez tanto sucesso, que os taxistas das capitais já começavam a trocar seus pesados veículos dos anos 1950 por Fuscas e claro, pelos modelos da Vemag; o sedan e também a perua, que só na década seguinte ganhariam os nomes de Belcar e Vemaguet.


O motor dois tempos, de arranque rápido e bom torque, também era superior ao Volkswagen. Apesar das três bobinas e três platinados, o carrinho valente caiu no gosto e nos pontos de táxi principalmente porque sua mecânica era muito simples. AVemag também investia pesado em pós-venda, garantia e assistência técnica da fábrica. Assim, o consumidor se sentia muito seguro.

O trânsito típico da década de 1960 tinha grande número de táxis Volkswagen e DKW, tidos como os veículos mais confiáveis e robustos. Mas sem dúvida, o maior conforto estava nos Vemag, pois a tração dianteira permitia maior aproveitamento do espaço interno, sem túneis ou ressaltos no assoalho. Além disso, o sedan tinha quatro portas e a perua, um amplo espaço no porta-malas, o que os colocou adiante do Volkswagen, pelo menos na praça.

Para atender especialmente a esta demanda e também impulsionar as vendas de automóveis, o governo lançou o programa do carro popular, e várias versões mais simples foram lançadas. No caso dos DKW´s, a "Pracinha" representou esta época: era uma perua Vemaguet sem qualquer opcional.



Nos modelos básicos, a perua perdia seus elegantes e curvos frisos cromados, marcador de combustível, pára-sol do passageiro, tampa do porta-luvas, tapetes, lavador de pára-brisa, calotas, luz interna e até as setas de direção. No entanto, os itens eram oferecidos à parte, nas concessionárias, o que torna muito difícil e raro encontrar um autêntico "Pracinha".


Como símbolo dos carros de praça dos anos 1960, este belo Belcar 1000, referência à sua cilindrada. Não é um modelo simples, pois conta com pneus faixa branca e calotas, rádio e todos os frisos cromados.
Símbolo de uma época, o carro que tem placa preta, é figura sempre presente no Auto Show Collection. Para vir conhecer este e outros raros clássicos nacionais e importados, o evento acontece todas as terças-feiras, a partir das 19h, no Sambódromo do Anhembi.





2 comentários:

  1. Belissimo. Estive lá. E tambei andei. Amigo Nilson, que carro maravilhoso, se pensarmos que o ano é 1966, com conforto, espaço e beleza. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. MELHOR SITE DE VENDAS http://www.mercadozets.com.br/

    VENDE DE TUDO

    CARRINHO DE PASSEIO

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=carrinho+de+passeio&IDCategoria=110

    BEBÊ INFANTIL
    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=110

    VENDE DE TUDO TEM BERÇO ELETRONICOS CELULARES TV NOTEBOOK COMPUTADOR ACESSORIOS PARA CARROS BRINQUEDOS ARTIGOS INFANTIS E MUITO MAIS

    ResponderExcluir